VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Árvores e Arbustos / Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis
Sapatinho de Judia

Matéria: Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis

Autor - Fonte: Equipe Floresbella


É uma planta perene pertencente à família botânica Acanthaceae. A espécie é nativa das regiões equatoriais, subtropicais e tropicais da Índia e Ásia.

Características do Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis

É uma trepadeira semi-lenhosa com ciclo de vida perene (vive mais de um ano). A planta gera muitas flores amarelas, em cachos pendentes, que se formam na primavera e verão.
Suas flores são muito atraentes aos beija-flores, rendendo muitas visitas. A planta não suporta temperaturas muito baixas, sendo mais recomendada para regiões tropicais.
Ela tem o crescimento robusto, possui inflorescências caídas formadas por flores bicolores, amarelas com as pétala
recortadas em vermelhos e longos estames de anteras brancas com formato que lembra um chinelinho ou sapatinho.

Como plantar e cultivar o Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis

Pode ser cultivado em pergolados altos onde possa mostrar todo o esplendor de suas flores pêndulas. Não colocar em muros, onde não se desenvolverá muito bem.

É uma planta trepadeira que floresce da primavera ao final do verão. Além de lindas, suas flores contêm um néctar que atrai muitos beija-flores. Pode ser cultivado em praticamente todo o Brasil com restrição para regiões de altitude com invernos rigorosos.

A luminosidade do local pode ser de sol pela manhã com sombra à tarde, o que propiciará uma vegetação de cor mais intensa. Aceita sol pleno também, mas as folhas não ficam tão verdes. Por outro lado, se não tiver pelo menos 4 horas diárias de sol, as floradas perdem intensidade.

Como propagar e adubar o Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis

Pode também ser propagado por estacas basais no final do inverno ou começo da primavera. Plante pedaços do ramos como pelo menos 3 nós e 5 folhas no início da primavera. Mantê-los continuamente úmido, assim, logo irão enraizar e continuar crescendo.

Após plantar o torrão, fixar um tutor inicial para condução da muda até o suporte, amarrando de leve com um cordão ou presilhas, para não estrangular os ramos.

Anualmente, no final do inverno, deve-se realizar uma poda leve em ramos secos e adube com material orgânico, como farinha de osso, por exemplo, ou NPK (adubo inorgânico) na proporção 4-14-8, com cerca de 100 gramas por muda e regue abundantemente..

Utilização ornamental do Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis

É uma planta trepadeira perfeita para pergolados, pois todo o esplendor exótico e de cores vibrantes de suas flores aparece pendurado sobre a pérgola, formando um verdadeiro lustre floral.

Pragas e doenças que atacam o Sapatinho de Judia - Thunbergia Mysorensis

Geralmente são plantas saudáveis livres de ataques e insetos, é mais provável que morra por falta ou excesso de rega.


Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google
WhatsApp: (11) 9 8104 7797