VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Flores / Dália – Dahlia Hybrid
Dália – Dahlia Hybrid

Matéria: Dália – Dahlia Hybrid

Autor - Fonte: Equipe Floresbella


É uma planta herbácea, perene pertencente à família botânica Asteraceae. A espécie é nativa do México. Seu nome comum é Dália.

Características da Dália – Dahlia

É uma herbácea de porte médio, perene (ou também chamada de vivaz e não perene a planta que tem órgãos aéreos anuais, dotada de rizomas, tubérculos, bulbos entre outros). Quando adulta, a planta chega a atingir até 1,50 metros. É originária do México, onde é muito popular.

As folhas são verde-escuro e lanceloadas. Desaparece do jardim no inverno, época em que a planta entra em dormência.

As flores férteis são tubulares, pequenas e amarelas, e se desenvolvem no miolo de uma estrutura cha
ada tecnicamente de capítulo. Ao redor dessa estrutura se formam flores estéreis, denominadas radiais, cujo formato, cor e tamanho mudam de uma variedade de dália para outra, as menores medem 4 cm de diâmetro e as maiores passam dos 20 cm. Essa flor estéril é a responsável pela beleza da espécie e, com base na quantidade, formato e distribuição de suas pétalas, as dálias são classificadas em nove grupos.

Como plantar e cultivar a Dália – Dahlia

Substrato ideal para o plantio das dálias deve ser constituído de 2 partes de terra comum, 2 partes de terra vegetal e 1 parte de areia. Aprecia um clima ameno, ser cultivada em locais bem iluminados, pois a dália precisa de no mínimo 4 horas de sol pleno; já em clima quente, recomenda-se o cultivo à meia-sombra. Nunca encharque o solo com regas, apenas o mantenha freqüentemente úmido. Elas produzem flores durante a primavera/verão. Necessita de proteção contra ventos e adubação orgânica a cada três meses.

Como propagar e adubar a Dália – Dahlia

Por meio de sementes, estaquia das pontas dos ramos ou divisão das raízes tuberosas; sendo que esta última permite a propagação de um exemplar com características idênticas às da planta-mãe.

Utilização ornamental da Dália – Dahlia

Em paisagismo fica muito harmoniosa a composição da Dália em canteiros no jardim ou na forma de arranjos usados para decorar ambientes internos.

Pragas e doenças que atacam a Dália – Dahlia

As dálias são muito atraentes para insetos de diferentes espécies que podem ajudar na polinização ou se alimentar da planta.

As mamangavas e abelhas só fazem bem ao jardim. Elas vão até as flores em busca de néctar e ajudam a polinizar a espécie.

Os besouros e as borboletas são, ao mesmo tempo, pragas e polinizadores. Isso porque, em sua fase larval – quando ainda são brocas e lagartas, eles se alimentam do botão floral para se desenvolverem. Já na fase adulta ajudam a disseminar o pólen e contribuem na reprodução da dália.


Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google
WhatsApp: (11) 9 8104 7797