VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Flores / Begônia – Begônia Tuberosa hibrida
Begônia – Begônia Tuberosa hibrida

Matéria: Begônia – Begônia Tuberosa hibrida

Autor - Fonte: Equipe Floresbella


É uma planta perene pertencente à família botânica Begoniaceae. É o tipo mais popular de begônia em todo o mundo. As begônias são nativas de climas subtropicais e tropicais húmido. Também popularmente conhecida como Begônia Tuberosa, foram muitas décadas de trabalho de hibridização, vários traços de espécies foram combinados para criar o que hoje conhecemos como o tipo tuberhybrida.

Características da Begônia – Begônia Tuberosa hibrida

Elas formam geralmente caules carnudos e eretos de até 2 cm de espessura e 38 cm de altura. O caule é suave e frágil, as folhas pontiagudas tem entre 15 a 30 cm de comprimento e 8 a 13 cm de largura são de cor verde escuro,
as as áreas das veias, em algumas formas, têm um aspecto mais verde.

Flores florescem no verão em uma haste de 15cm de comprimento que surgem das axilas das folhas. As flores masculinas são às vezes de muitas pétalas e de até 15 cm de diâmetro, enquanto as flores femininas são de camada única e de até apenas 5 cm de diâmetro. As cores das flores são brancas ou qualquer tom de rosa, vermelho, amarelo ou laranja. Todas as formas de begônias ficam dormentes no inverno.

Como plantar e cultivar a Begônia – Begônia Tuberosa hibrida

Use uma mistura à base de turfa ou uma combinação de partes iguais de terra de jardim e material orgânico (folhas de jardim em decomposição). Coloque uma camada superficial de fragmentos de pedregulhos de barro no fundo do vaso do plantio para fazer uma boa drenagem.

Quando envasar ou replantar, basta polvilhar um pouco de mistura em torno do tubérculo e raízes e bater o recipiente rapidamente para resolver a mistura.


Estas plantas não se adaptam muito bem em climas muito quentes. Elas preferem um clima de verão ameno e são totalmente intolerantes a altas temperaturas ou níveis de umidade muito altos.

Apreciam luz filtrada brilhante durante todo o ano. A luz não é importante durante o período de dormência.

Em temperaturas acima de 18°C, coloque os vasos de begônias sobre bandejas de seixos úmidos. Durante o inverno, mantenha as formas dormentes a uma temperatura de cerca de 10 C.

Regue as plantas em crescimento ativo de forma moderada, deixando secar o centímetro superior do substrato antes de regar novamente. À medida que o crescimento desacelera, reduza a quantidade de água gradualmente. Pare de regar quando a folhagem começar a ficar amarela e começar a perder a folhagem para a dormência do inverno.
Evite deixar água nas folhas e flores, exceto para enxágües ocasionais necessários para fins de higiene.

No final da estação de crescimento, o caule e as folhas da Begônia são decíduas, é um processo natural na planta, eles irão gradualmente cair. Não afaste as hastes, pois isso pode danificar o tubérculo. Use bastões para apoiar as hastes de flores pesadas.
As flores serão encorajadas a crescer se todas as cabeças femininas forem removidas (estas são facilmente reconhecidas pela cápsula das sementes por trás das pétalas).

Como propagar e adubar a Begônia – Begônia Tuberosa hibrida

Para propagar plante nos meses de primavera estacas de 8 cm de comprimento cortadas logo abaixo de um nó, a areia pode ser usada como meio de enraizamento. Mantenha as estacas fora do sol direto e em temperaturas entre 15 e 18 ° C. Quando estiverem brotando folhas novas é o momento de plantar em local definitivo. O enraizamento geralmente ocorre em cinco semanas.

Aplique um fertilizante líquido com alto teor de potássio as plantas uma vez a cada duas semanas. Pare de alimentar as plantas que estão dormentes.

Utilização ornamental da Begônia – Begônia Tuberosa 
Ir para a página:


Busca Google
WhatsApp: (11) 9 8104 7797