VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Flores / Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum
Estrela de Belém

Matéria: Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum

Autor - Fonte: Equipe Floresbella

É uma planta perene e bulbosa nativa da África do Sul, disseminada pela Europa e Oeste da Ásia. Pertence à família das Asparagaceae. Também conhecida popularmente como estrela-de-belém, ornitogalo, neve-de-verão.

Características da Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum

Planta perene bulbosa de altura em torno de 0,20 a 0,50 m, folhas surgindo diretamente do bulbo.

As flores são brancas ou coloridas conforme a espécie e reúnem-se em bela inflorescência em forma de corimbo.

As folhas são oblongas e lanceolada cor verde vivo. Floresce da primavera até o verão, dependendo da região.

Como plantar e cultivar a Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum

Local de cultivo ensolarado, com boa circulação de ar e solo bem drenado rico em matéria orgânica.

Para cultivar montar canteiros bem aerados e destorroados, adicionando húmus de minhoca e composto orgânico em partes iguais, também adubo granulado formulação 4-14-8 cerca de 100 g/m2, incorporando bem à terra.

Pode ser feita a separação de touceira também no outono, para mudas de 3 anos no mínimo.

Abrir a terra, retirar com pazinha levando junto bulbilhos e folhas e plantar no local definitivo.
Muitas das espécies do gênero são consideradas venenosas para animais e humanos, pois podem conter alcalóides.

Como propagar e adubar a Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum

Propagação por sementes ou bulbos plantados durante o outono.

Colocar em substrato leve, como casca de arroz carbonizado e composto orgânico em partes iguais. Regar e manter coberto até a germinação. A composição do adubo pode ser o granulado NPK 4-14-8 cerca de 100 g/m2, incorporando bem à terra e regando a a seguir.

Utilização ornamental da Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum

O conjunto de muitas mudas têm efeito paisagístico muito bonito, quando cultivadas em longos canteiros, fazendo boa companhia para palmeiras de trocos lisos, como os jerivás.

As flores são bastante apreciadas para compor arranjos florais, como buquês e arranjos de mesa altos.

Pragas e doenças que atacam a Estrela de Belém - Ornithogalum umbellatum

A planta pode apodrecer nas raízes por excesso de rega, para manter a planta sempre saudável não exceda a rega, mantenha o substrato na planta apenas úmido.


Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google
WhatsApp: (11) 9 8104 7797