VÍDEO: POR QUE NOS PARECE QUE NADA DA CERTO

Você está em: Página inicial / Matérias: / Orquídeas / Orquídea Restrepia echinata
Restrepia echinata

Matéria: Orquídea Restrepia echinata

Autor - Fonte: Equipe Floresbella

Encontrado no Norte de Santander, Colômbia e Peru, em florestas de neblinas e úmidas de altitudes entre 1100 e 1750 metros.

Nesses locais há muita umidade relativa do ar, chegando muitas vezes a 100% de umidade devido as nuvens que se formam nestas alturas das florestas, estas camadas de nuvens fazem com que o local nunca se seque.

Características da Orquídea Restrepia echinata.

Ela floresce na primavera com flores de 2,5 a 3, 5 cm de comprimento, possui uma inflorescência generosa, sucessiva e solitária que se origina por em uma fina base tubular.

Elas não se sazonam, como a maioria das espécies são equatoriais; espécimes maiores podem florescer durante todo o ano c
m cuidados adequados.

Apreciam Iluminação intermediária. Elas se dão bem com a iluminação baixa, igualmente, como você usaria para o cultivo de uma orquídea Phalaenopsis . Tal como acontece com outros pleurothallis, mais luz significa que elas precisam de temperaturas mais frescas e vice-versa.

Melhoram seu desempenho quando cultivadas com temperaturas frescas. Para a maioria das espécies, 20°C é a temperatura máxima recomendada, mas novamente os requisitos de temperatura são menos rígidos do que para a maioria dos pleurothallis. Deve idealmente ser uma queda de temperatura de 6 a 8° C durante a noite.

Como cultivar a Orquídea Restrepia echinata.

Como fazer mudas da Orquídea Restrepia echinata.

Geralmente por divisão de touceiras se faz um novo exemplar da restrepia echinata. Podemos então dividi-los cortando o tufo. Às vezes eles formam keikis na base da folha, o que é uma maneira fácil de propagá- los.

Como regar, plantar e adubar a Orquídea Restrepia echinata.

Usar água da torneira NÃO é recomendado, pois ocorre a queda das folhas devido ao acumulo de sais e cloro.

Eles devem ser cultivados em musgo. Não deve secar completamente, mas não deve ser regada todos os dias. Permita que o musgo seque ao ponto em que você ainda pode sentir um pouco de umidade e depois regue novamente.

Na adubação use metade das doses recomendada pelo fabricante.


Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google
WhatsApp: (11) 9 8104 7797