Você está em: Página inicial / Matérias: / Orquídeas / Orquídea Vanda devoogtii
Vanda devoogtii

Matéria: Orquídea Vanda devoogtii

Autor - Fonte: Equipe Floresbella

É uma espécie epífita que crescem fixadas em árvores cobertas de musgo em florestas montanhosas de Sulawesi uma ilha da Indonésia.

Características da Orquídea Vanda devoogtii

Floresce no fim da primavera mais para o começo do verão, suas flores de 5 cm de largura, perfumadas e de textura grosseira. É uma espécie muito rústica e super rara, que ficou desaparecida por um bom período, atualmente é possível ver esta espécie em mãos de alguns colecionadores de Singapura. Cresce com um tronco curto que transporta várias folhas coriáceas, linear, e de ápice bilobadas desiguais, tem uma coloração marrom com detalhes em branco e bege.

Clima e luminosidade ideal pa
a a Orquídea Vanda devoogtii

É recomendável uma temperatura mínima de 18°C. Climas mais radicais podem ser tolerados por um curto período de tempo se não estiver ventoso.

Como plantar, regar e adubar a Orquídea Vanda devoogtii

As florestas de Sulawesi foram derrubadas para exploração madeireira e grandes projetos agrícolas. A perda de floresta resultou em praticamente extinção de muitas espécies endêmicas de Sulawesi, o que está ocorrendo com esta espécie que corre este risco. Além disso, 99 por cento das zonas húmidas de Sulawesi foram perdidas ou danificadas. Pode ser cultivada em vasos de barro preenchido com bolas de argila expandida e mistura de cascas de pinus, sphagnum. Gostam de muita luz, clima quente e úmido deve ser regada praticamente todo dia. Podendo ser fixada em árvores frondosas que cobrem da incidência dos raios solares diretos.

Quanto mais atenção receber em alimento e umidade, mais recompensarão com abundantes florações que poderão chegar de 3 a 5 anualmente e permanecerão abertas durante cerca de um mês. Se forem negligenciadas, as folhas mais velhas tenderão a cair e a planta perde brilho e robustez entrando em declínio, fase que muito dificilmente sairá.

Utilize um adubo 12-12-12, isto quer dizer que contém doses idênticas de nitrogénio, fósforo e potássio (NPK) todas as semanas. Dilua a dosagem aconselhada na embalagem pelo dobro da água, já que as orquídeas apreciam adubação de fraca intensidade.

Outra fórmula é 15-30-20 a fim de reforçar o crescimento do caule da planta para incentivar uma nova floração.

Durante o período de repouso da planta, quando a temperatura começa a baixar progressivamente e as horas de sol reduzem, alargue o intervalo para 15 dias na regularidade dessa aplicação de modo a que o velame se mantenha activo.


Fale Conosco
Política de Privacidade
Política de Cookie
Busca Google
WhatsApp: (11) 9 8104 7797